Translate

sábado, 7 de junho de 2014

como superar uma traição

casa de motel
Motel
Detetive
Detetive Particular












Não adianta procurar os melhores psicólogos para superar uma traição. Só quem pode resolver os nossos problemas pessoais, somos nós. Podemos até contar o acontecimento para um parente próximo, ou para um amigo de confiança, para podermos contar com a opinião desta pessoa, e nessa hora não sentirmos sozinho. Eu passei uma boa parte da minha vida freqüentando um sítio, e lá eu sempre assistia uma briga de: cães, gatos, porcos, touros. As brigas aconteciam entre os machos, pela disputa de uma fêmea. As brigas dos touros eram de fazer medo a qualquer um, se não matasse o outro, aquele que perdesse a briga ficava isolado do resto do gado, tendo que ser retirado daquele grupo de animais, e muitas vezes ter que ser abatido porque não servia mais. Ou seja, nem os animais aceitam dividir a sua intimidade. Mas aquele (a) que foi comprovadamente traído (a), pela sua parceira (o), tem que parar e pensar, e refletir bastante, antes de tomar qualquer decisão. Comece pensando no seu relacionamento! Estava tudo bem? Ou já andava desgastado há algum tempo! Tinha sexo na relação rotineiramente? Ou era muito difícil de acontecer! E se acontecia era só pela obrigação. Você que foi traído (a), sempre foi e fez tudo certo para o seu relacionamento dar certo, e nunca imaginava que isso pudesse acontecer com você, achava que traição era coisa de novela, ou só podia acontecer com os outros. Está totalmente enganado (a), porque tudo que acontece com o outro pode acontecer comigo também. Converse com o seu parceiro (a), escute tudo o que ele (a) tenha a dizer. Pense nas coisas boas que já aconteceram nesse relacionamento, desde o primeiro dia que vocês conheceram, se tiveram filhos, nessa hora não se esqueça deles, porque vão ser seus filhos a vida toda, pense em tudo que já construíram juntos, não se esqueça dos sonhos, das viagens, de tudo de bom que aconteceu entre vocês. Lembre dos parentes e de todos os amigos que construíram juntos. Se você ainda gostar dele (a), e der essa chance para ele (a), certamente o relacionamento irá melhorar, ele (a) vai ser um doce de pessoa, vai lhe tratar como uma princesa, e vocês vão ser dois apaixonados para sempre. Pode ter a certeza que ele (a) vai carregar um peso na consciência, e vai arrepender-se amargamente. Agora se você decidiu que não quer mais esse relacionamento; o que você não deve fazer é brigar, ou bater. Nós pensamos e temos inteligência, para saber que no mundo vai ter sempre alguém especial, esperando por um de nós com os braços abertos, e muito melhor do que este (a) cafajeste. Se gostar ajude a divulgar este texto, muito obrigado. Eu sou do blog Nelson Alves-nelsoarcoiris.blogspot.com.br.